Memória

A Fonte dos Namorados

DSCF4543

Na bonita vila de Valado dos Frades, existe uma fonte que dizem brotar de uma pequena infiltração de água, junto ao rio da Areia conhecida como Fonte dos Namorados. Construída a 7 de junho de 1932 na margem esquerda do rio da Areia, perto da Quinta do Campo, era um caminho de passagem obrigatório para o acesso aos campos agrícolas.

Por se situar junto ao rio num lugar bonito e sossegado, foi até final dos anos 50 o local mais emblemático do Valado, onde se juntavam grupos de jovens para as tertúlias das tardes domingueiras, ou para disputarem os jogos tradicionais, o Ring, a Bilhinha, o lenço, entre outros, mas o nome porque ficou conhecida, Fonte dos Namorados, vem do romantismo que proporcionava aos encontros que ali se davam. Sendo ponto principal de acesso aos campos, era o local ideal para os casais de namorados trocarem “juras de amor eterno” sem se fazerem notar.

Com o passar dos anos aquele lugar idílico caiu no esquecimento, a vegetação cobriu completamente o espaço e os namorados deixaram de ali se encontrar. O fato da fonte e a sua zona envolvente estarem situadas em propriedade privada não ajudou à sua manutenção e preservação.

Em 2005, com autorização do proprietário do terreno a Câmara Municipal da Nazaré, procedeu a obras de limpeza, beneficiação e valorização do local e foi construído um muro de suporte de terras na sua área adjacente, para a proteger de eventuais deslizamentos, mas só em 2011 foi possível concretizar a compra do espaço e devolver à população de Valado dos Frades, aquele lugar emblemático que faz parte da sua memória coletiva e que proporcionou o princípio e o desenvolvimento de muitos enlaces matrimoniais e de grandes amizades, sentimento que se estende até aos dias de hoje, porque apesar dos tempos serem outros o amor é e continuará a ser intemporal.

Outras notícias em Memória