Arcos da Memória. O Mosteiro de Cós revisitado (1)

Não se pode determinar com absoluta certeza a data em que foi fundado o Real Mosteiro de Santa Maria de Cós (o seu nome oficial na Congregação de Alcobaça, à qual pertencia).
O cronista alcobacense, Frei António Brandão, na Quarta Parte da Monarquia Lusitana, publicada em Lisboa em 1632, levantou a hipótese de o Mosteiro poder ter sido fundado com o dinheiro deixado para este fim, no seu testamento, pelo rei D. Sancho I (1185-1211).

 

O autor escreve segundo as antigas regras de ortografia, pontuação e tipografia.

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 9 de julho de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found