Atual

Coz. Elevação de Mosteiro a Monumento Nacional tarda

DSC_0043_2

“Não aceito a não elevação do Mosteiro de Coz a Monumento Nacional”, declarou o presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Paulo Inácio, a 9 de setembro, na reunião do executivo. A afirmação surge depois de César Santos, vereador do Partido Socialista, ter questionado o presidente sobre o processo de classificação de alguns edifícios do concelho, como de Interesse Municipal. Mas foi mesmo na falta de resposta positiva por parte da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), relativamente à elevação do Mosteiro de Santa Maria de Coz a património de interesse nacional, que o presidente centrou o seu discurso. O autarca recordou que foi entregue pelas suas mãos ao ministro da Cultura ao tempo, João Soares, e à diretora-geral do Património Cultural, em fevereiro de 2016, durante uma visita ao monumento, um dossiê de candidatura daquele património – já classificado de Interesse Municipal – a Monumento Nacional. Ministro que, na altura, deixou a promessa de dedicar “toda a atenção e carinho” a esta candidatura de “um tesouro de grande relevo histórico e patrimonial que deve ser preservado”. Mas, segundo Paulo Inácio, “a resposta até agora foi um ‘nim’”, com a justificação “que está em estudo, averiguações”.

(Saiba mais na edição impressa e digital do jornal O ALCOA de 19 de setembro de 2019)

Outras notícias em Atual