Crianças com necessidades educativas especiais são mais valia para as escolas

Foto por Sara Susano

“Pela estrada fora eu vou bem sozinha, levar estes doces à minha avozinha”, cantarolou Carolina, de 16 anos, no seguimento da narração da história do Capuchinho Vermelho. As dificuldades de expressão de Carolina quase que desaparecem quando tem um fantoche na mão.

Carolina é uma das dez crianças com necessidades educativas especiais “mais evidentes” a frequentar o Externato Cooperativo da Benedita (ECB), como explica Sónia Pedro, professora de Educação Especial.

(Saiba mais na edição em papel de 31 de outubro de 2012)

2 respostas

  1. É de louvar este trabalho ,um pequeno passo significa um passo em frente,a todos aqueles que lutam por melhores meios para estimular estas crianças ,«FORÇA»e para todos os pais que o AMOR aumente a cada dia, ELE “AMOR” move montanhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Candidaturas abertas

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

Alcobaça. Biblioteca convida à conversa com…

10 Abr | Sáb | 11:00

online

Encontros em Rede: Reimaginar os Museus a 26

05 Abr | Seg | 15:00

Página de facebook da Rede Cultura 2027