Escolas do concelho estão a tratar da remoção de estruturas com amianto

Foto por Daniela Ferreira

“Em Portugal, a proibição total do amianto é relativamente recente”, explica Gaspar Vaz, diretor do Agrupamento de Escolas de Cister – Alcobaça, lembrando que “o amianto foi muito utilizado em todo o tipo de construções, nomeadamente escolares, até 2005”. Escolas do Agrupamento, nomeadamente as construídas nesse período, contêm amianto nas suas coberturas e, neste momento, a Escola D. Pedro I também nas coberturas das galerias de ligação entre os blocos. Na Escola Frei Estêvão Martins, foram já substituídas as coberturas das ligações entre os blocos. Em Pataias, essas estruturas não existem. Na D. Pedro I, estão já monitorizadas as superfícies de coberturas a substituir. “Estas, se se mantiverem estáveis e intactas, representam um risco ínfimo para a saúde pública; é tarefa muito mais delicada, e perigosa, a sua remoção; por esta razão, a remoção das galerias da Frei Estêvão ocorreu na interrupção do Natal”, explica Gaspar Vaz.

(Saiba mais na edição em papel de 6 de março de 2014)

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Candidaturas abertas

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

Porto de Mós. O projeto do baile dos pastorinhos

08 Mai | Sáb | 09:00

Leiria. O festival de música

15 Mai | Sáb | 19:30

Teatro José Lúcio da Sílvia, Leiria

Porto de Mós. Caminhada nas Minas da Bezerra e Serra da Pevide

08 Mai | Sáb | 09:30

Serra de Aire e Candeeiros, Porto de Mós

Caldas da Rainha. A exposição da ESAD

06 Mai | Qui | 09:00

ESAD, Caldas da Rainha

Leiria. Conferências de saúde, de economia e de ambiente

05 Mai | Qua | 14:30

Teatro Miguel Franco, Leiria

Alcobaça. Biblioteca convida à conversa com…

10 Abr | Sáb | 11:00

online