Opinião

Lista-de-compras

Lista de compras: uma tarefa para o seu dia

A população portuguesa, e não só, está a passar por um período extremamente difícil e sensível. A saúde, bem como a saúde, estão em risco. Tendo em conta que a maioria da população terá de passar o tempo em sua casa, de forma a privar-se e resguardar-se, é importante gerir o tempo da melhor forma e controlar o destino do «GPS» que, neste caso, são as prateleiras e o frigorífico da cozinha.
A realização de uma lista de compras, bem como de uma ementa para sua família, serão duas tarefas cruciais para que não haja um consumo excessivo de alimentos e para que haja uma boa gestão, quer financeira quer nutricional.
Como temos de sair de casa o menor número de vezes possível, a organização de uma lista de compras será importante. Deverá, assim, verificar os alimentos que tem em sua casa, bem como a capacidade de armazenamento das arcas de refrigeração e congelação. De seguida, deverá redigir a lista, devendo nela constar alimentos com um prazo de validade mais longo. Os alimentos com menor durabilidade poderão ser adquiridos, desde que em menor quantidade. E deve incluir alimentos com elevada densidade nutricional, em detrimento dos alimentos com elevada densidade calórica.
Será uma ótima altura para fazer pão em sua casa: para isso deverá adquirir farinha integral ou de mistura, bem como o fermento. Maçã, pera, laranja e tangerina serão frutas com uma maior durabilidade. Porém, deve incluir outras frutas, consumindo-as primeiro, para que não haja desperdício alimentar, e assim promover a diversidade. O mesmo acontece também com os legumes, podendo prepará-los devidamente e congelá-los. As leguminosas são um ótimo alimento para ter na sua alimentação, visto serem ricas nutricionalmente.
Seja um agente de saúde pública e reduza as suas saídas de casa!

Outras notícias em Opinião

  • Alimentação versus ansiedade

    A população mundial está a viver dias desafiantes e difíceis relativamente à pandemia do vírus Covid-19. Existem restrições e limitações a nível do quotidiano e,…

  • Igreja da N. Sr.ª dos Prazeres: medievalidade e presente

    Recuemos até ao século XIII à vila de Aljubarrota, uma das catorze vilas dos Coutos Alcobacenses. Nesta localidade, na época, existira um templo que é…

  • Fui ao teatro e ELAS encheram a sala!

    Há tempo falaram-me de um grupo de mulheres que faziam teatro amador e que, cada vez que ELAS se propunham pôr uma peça em palco,…

  • Romã e tangerina

    A romã e a tangerina são duas frutas do outono. De cores diferentes mas com uma densidade nutricional muito semelhante. Os bagos da romã vermelhos…

  • A importância de uma eleição

    Quando se fala das eleições norte-americanas, não podemos dizer: é lá com eles. Não. As eleições do país mais poderoso do planeta dizem também respeito…

  • A nossa herança gastronómica e o tempo presente

    Se não vivêssemos tempos tão difíceis, fruto de uma pandemia, estaríamos por esta altura a inaugurar a Mostra Internacional de Doces e Licores Conventuais no…

  • Extraordinários. Mães

    Neste 2020, em cada edição, pessoas extraordinárias em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região. A minha mãe, que já não nos…

  • Os privilégios da terceira idade

    Sabe-se que Portugal é um pais constituído maioritariamente por idosos, que contrastam em grande número com a população mais nova. Hoje trago-vos um desafio para…

  • Saiba mais sobre os frutos secos

    A ameixa, o figo e as uvas secas são uma forma diferenciada de comer fruta. Porém, é importante ter a consciência que a forma seca…

  • Correr atrás do prejuízo!

    Os dados recentes do INE colocam Alcobaça como o 29.º concelho do país, em 308 municípios, onde o desemprego mais cresceu (+52%) e a perder…