Património. Mosteiro de Alcobaça considerado monumento em perigo em relatório internacional

O Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça foi considerado monumento em perigo pelo Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (ICOMOS, na sigla em inglês). No relatório de 2020, lê-se que o ICOMOS, entidade consultiva da UNESCO, recomendou, em Março de 2019, “a suspensão das obras no Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça”, onde cerca “de um terço” do monumento “está a ser adaptado a um hotel” e a inclusão do monumento alcobacense na Lista do Património Mundial em Perigo.
Indicando como entidades envolvidas na gestão do monumento a Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC), o Patriarcado de Lisboa e o Município de Alcobaça, o documento refere que “em 2015, cerca de um terço da propriedade foi concedido ao grupo de exploração privada Visabeira, SA, para operação hoteleira com uma prestação anual de 5.000 euros ao longo dos próximos 50 anos”, sendo que o “hotel de luxo irá ocupar o claustro do Rachadouro e o corredor leste do claustro do Cardeal”, espaços que “serão transformados e ficarão inacessíveis ao público”.

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 21 de janeiro de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found