Opinião

Banner_AfonsoLuis

Quinta-feira de Comadres!

Quinta-feira de comadres coincide com a saída deste número do nosso jornal. Esta quinta-feira anuncia a proximidade do Carnaval, e a da semana que aí vem será a quinta-feira de compadres. O carnaval tem uma grande tradição em Portugal, onde há com frequência padrinhos e madrinhas a apadrinhar os desfiles. Há também um rei, com origem na Roma antiga, onde nesta altura se faziam grandes festas, comia-se e bebia-se, e o rei, escolhido pelo povo para aqueles dias, comandava o cortejo nas ruas.
Há quem defenda que o carnaval teve origem na Grécia, nos anos 600 a 500 A.C., com cultos de agradecimento aos deuses pela produção agrícola. Mas foi já no ano 604 da nossa era que o Papa S. Gregório Magno prescreveu a observância do jejum, na Quaresma, nos quarenta dias que antecedem a Semana Santa. Ora, os dias anteriores a este tempo de privação e de penitência passaram a ser chamados gordos, seriam dias dos prazeres da carne (carnis valles em latim) e de folia. Mais tarde, na época do Renascimento, começaram a realizar-se bailes de máscaras e apareceram os carros alegóricos.
O carnaval dos nossos dias, e designadamente o do Brasil, tem origem na cidade de Paris, no século XIX, onde começaram os bailes de fantasia cujo modelo viria a ser adotado um pouco por todo o lado. Curiosamente, o interesse de Paris pelo carnaval viria a desaparecer a partir dos anos de 1950. Também na nossa região se está a esbater, creio, uma tradição antiga, de compadres e comadres estabelecerem relações próprias da época, com o copo e a chouriça a acompanhar.
A terça-feira de carnaval de cada ano é muito fácil de determinar. Ela ocorre 47 dias antes da Páscoa, sendo que o Domingo de Páscoa é o primeiro domingo após a primeira lua cheia do equinócio da primavera, 21 de março.

Outras notícias em Opinião

  • Editorial. Extraordinários

    Neste 2020, em cada edição, uma pessoa extraordinária em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região. Há mais de duas décadas, trabalhava…

  • Michael Nnadi: 18 anos

    Nos anos 90, conheci dois padres do Ruanda. Um não tinha notícias da família há muito tempo, outro acabava de saber que todas as pessoas…

  • Aquilo que é

    Aquilo que é a língua portuguesa deixa-nos às vezes confundidos com aquilo que é a forma de falar de uns tantos. Modas… Começa nos meios…

  • Extraordinários

    Neste 2020, em cada edição, uma pessoa extraordinária em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região. Em vésperas do Dia dos Namorados,…

  • Jesus a espreguiçar-Se

    Quando o Papa fez 83 anos (17 de dezembro passado), ofereceram-lhe uma estampa que sintetiza o seu programa pastoral: a santidade “della porta accanto”, a…

  • Valores Sociais

    A doutrina social da Igreja (DSI) tem como orientações básicas seis princípios e quatro valores: os princípios, abordados nos artigos anteriores, são a dignidade humana,…

  • Seitas e Movimentos Religiosos

    Que as seitas são altamente prejudiciais à sociedade, todos reconhecem. Muitas pessoas, sobretudo entre os jovens, têm sido captadas por redes sectárias. Pensam, ingenuamente, que…

  • Um conto de Natal | As dúvidas de Renato

    Renato frequentava um curso superior, na cidade. Os pais viviam na aldeia. Eram crentes. Renato nem por isso. As aulas na Faculdade e a vida…

  • Princípios sociais, numa visão de conjunto

    Nos últimos artigos, foram apresentados os seis princípios da doutrina social da Igreja consagrados no respetivo Compêndio de 2004: dignidade humana; bem comum; destino universal…

  • A carta de Greccio

    S. Francisco de Assis foi pela primeira vez a Greccio por volta de 1209, numa altura em que a pequena cidade sofria o ataque de…