Região. Lojas a granel têm vindo a conquistar cada vez mais clientes

Umas vendem massas, especiarias, café, produtos biológicos e frutos secos, e outras até produtos higiénicos, aceitam sacos de pano e os frascos de vidro trazidos de casa. Tal como no tempo dos nossos pais e avós, as mercearias de bairro com ofertas de produtos a granel têm vindo a conquistar cada vez mais espaço e clientes.
O ALCOA descobriu três: A Grão a Grão em Alcobaça e, na Benedita, a Pé de Feijão e a Aldeia Rural.

Foi em fevereiro de 2018 que abriu na cidade de Alcobaça a Grão a Grão. Espaço marcado pela recuperação da oferta das antigas mercearias de bairro, onde o cheiro a produtos vendidos a granel é acompanhado do atendimento personalizado e atencioso. Aqui pode encontrar muitos sabores diferentes: chás, sementes, frutos e legumes desidratados, vários tipos de arroz, todo o tipo de farinhas e de açúcares, especiarias, entre tantas outras variedades.

Foi também em 2018 que Mariana Rebelo, da mercearia Pé de Feijão, da Benedita, começou a «semear» a ideia de abrir um espaço com um “conceito diferente daquilo a que a terra está habituada”. Durante a pandemia, com a família em casa, apercebeu-se que fazia cada vez mais sentido concretizar a ideia, não só pelo combate ao desperdício, mas também com uma oferta diferenciadora em termos de produtos. Surge assim a Pé de Feijão.

“A ideia surgiu há 18 anos, mas na altura não tinha condições financeiras e tivemos que adiar o projeto”, conta Margarida Jorge, que criou a primeira loja da mercearia Aldeia Rural, nas Caldas da Rainha. “Cada vez tinha mais saudades da minha mercearia, da minha infância, dos cheiros, da possibilidade de levar a quantidade que precisava”, nota a empresária alcobacense.

Saiba mais na edição impressa e digital de 22 de julho de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found