Cultura

S.O.S. Património “Memórias de Várias Vilas e Terras dos Coutos de Alcobaça”

SArcofago

Nas “Memórias de Várias Vilas e Terras dos Coutos de Alcobaça”, o cronista-mor dos Cistercienses de Portugal, Frei Manuel de Figueiredo, prosseguiu viagem de Alcobaça para Valado dos Frades, começando no Lagar da Fervença, mandado construir pelos monges, “que ainda existe, mas está nas mãos de particulares”, disse a’O ALCOA Sérgio Rocha, presidente de Junta de Freguesia da Maiorga. Em frente a esse lagar, encontrava-se um arco com cruz e pirâmides, mas de que já nada resta. A Ponte da Piedade, segundo o autarca, “era de madeira e também já não existe”. Sérgio Rocha “desconhece” qualquer referência à Ermida de Nossa Senhora da Piedade. Na obra, é referido “que a pia da água benta e a imagem da Senhora da Piedade estão na Igreja paroquial da Maiorga”. O Celeiro na Ponte da Torre, também já não existe, bem como a torre das Comeias, assim conhecida desde o século XIV. “No local, ergue-se agora uma casa moderna”.
Saiba mais na edição impressa e digital de 15 de outubro de 2020.

 

DSCN1295fazer 11

20200126_111730

Outras notícias em Cultura