Cultura

S.O.S. Património – “Memórias de Várias Vilas e Terras dos Coutos de Alcobaça”

SOS_WEB

Na obra “Memórias de Várias Vilas e Terras dos Coutos de Alcobaça”, recentemente editada pel’O ALCOA, o cronista-mor dos Cistercienses de Portugal, Frei Manuel de Figueiredo, prosseguiu viagem para Famalicão da Nazaré. Nesta freguesia do concelho da Nazaré situa-se a Igreja de São Gião, património classificado Monumento de Interesse Nacional, desde 1986. Ao lado da Igreja, para poente, fica um conjunto de casas rurais, em ruínas, que integram a chamada Quinta de São Gião. Na entrada da quinta, havia um castelo, ou uma torre, que segundo Frei Manuel Figueiredo, servia de defesa, mas de que já nada resta.
A igreja, descoberta nos anos 60 do século passado, tem sido catalogada como visigótica. Mas os trabalhos mais recentes de escavação e, principalmente, de arqueologia da arquitetura, trouxeram novos dados para a caracterização do monumento.

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 26 de novembro de 2020.

Outras notícias em Cultura