Seca. A água do rio Alcoa já não move moinhos em Chiqueda

Foto por Catarina Reis

No canal do moinho do Parente, em Chiqueda, não corre gota de água. O leito do rio está completamente seco. As condições meteorológicas verificadas este ano, com a falta de chuva, mas também algumas anomalias no leito do rio Alcoa, são referidas pelo proprietário do moinho, António Ventura, de 81 anos, como principais causas para este problema. “No dia 9 de outubro, foi reparado um dos açudes que havia rompido, mas ainda falta um e também é preciso reforçar as adufas, junto ao açude do Moinho do Canal que não estão a vedar a água”, explicou a’O ALCOA. António Ventura adquiriu, em 1988, o moinho, que aplica o sistema tradicional de rodízios, permitindo tocar uma mó de cada vez. “Fui criado dentro do moinho mas não sou moleiro”, sublinha o octagenário, justificando a compra não tanto para se dedicar à moagem, mas para conservar a identidade e a paisagem natural da terra, que muitos também chamam de aldeia dos moinhos ou das azenhas. Património que foi alvo de recuperação por iniciativa do Museu dos Coutos de Alcobaça.

(Saiba mais na edição em papel e digital de 19 de outubro de 2017)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Candidaturas abertas

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

Porto de Mós. O projeto do baile dos pastorinhos

08 Mai | Sáb | 09:00

Leiria. O festival de música

15 Mai | Sáb | 19:30

Teatro José Lúcio da Sílvia, Leiria

Porto de Mós. Caminhada nas Minas da Bezerra e Serra da Pevide

08 Mai | Sáb | 09:30

Serra de Aire e Candeeiros, Porto de Mós

Caldas da Rainha. A exposição da ESAD

06 Mai | Qui | 09:00

ESAD, Caldas da Rainha

Leiria. Conferências de saúde, de economia e de ambiente

05 Mai | Qua | 14:30

Teatro Miguel Franco, Leiria

Alcobaça. Biblioteca convida à conversa com…

10 Abr | Sáb | 11:00

online