Opinião

Banner_MargaridaMateus

Um olhar solidário!

Podia ser eu. Podia ser a minha mãe. Podia ser a mãe de alguém.
– O meu olhar não encontra as paredes que conheço há tantos anos. Não ouço mais o gargalhar da Maria. Nem sinto o carro do João a chegar. Já não me reconheço. Às vezes, quero dizer coisas que a minha boca não expressa. Grito quando não quero. Parto coisas que não queria partir. O corpo teima em não me obedecer mais. Já não corre. Nem dança como outrora naqueles bailes de rua. Aqui pedem-me que colabore. Que não seja teimosa. Que espere que já vêm. Os outros chamam: – ó meninaaaa. Dezenas de vezes por dia. Já me cansam também! Mas as meninas são umas queridas. Nunca param! Cuidam bem de mim. A comida também é boa… O que eu gostava mesmo era das minhas paredes. A Aninhas veio cá no ano passado e disse que este ano já me levava. Estou à espera do verão que é quando ela vem sempre. Coitada. Trabalha tanto. E o Carlos também telefonou. De Luanda. Foi à procura de melhor vida. Eu também fui quando era nova. Nova está a Emília. A do cadeirão lá da ponta da sala. Aquele ao pé da janela da cortina de renda. Já te falei dela? Anda feliz por todo o lado. Ri-se e diz muitos disparates. Diz que somos todas umas tias que estamos num hotel. É quase louca. Gostava de ser como ela. Mas a Aninhas disse que passava por cá este ano. Vou esperar. E olha, vou sendo feliz. Eu também fui muito feliz lá na Aldeia. Depois com a morte do Gustavo fiquei muito sozinha. E a Aninhas trouxe-me para aqui. E estou bem. Cheguei até aqui. E como é que eu quero continuar a viver? Feliz ora essa! – Emília, ó Emília!… E a menina quem é? Trabalha cá?
Uma forma de podermos ajudar quem cuida pode ser através do IRS Solidário! Há muitas entidades na nossa região a quem podemos ajudar. Olhemos bem. Não pagamos mais por isso. Escolha uma. A sua pequena ajuda faz a diferença. Hoje para alguém, quem sabe um familiar; amanhã por outro alguém, quem sabe por si. Um abraço, a Acreditar que juntos mudamos pedacinhos do mundo [de alguém]!

Outras notícias em Opinião

  • O valor do Património Cultural

    “Se destruís o passado, destruís a alma. Ficais sem raízes para corrigir o futuro. Os homens foram notáveis pelo que fizeram de notável”. Palavras colocadas…

  • Princípio da subsidiariedade

    O princípio da subsidiariedade baseia-se na dignidade e autonomia de cada pessoa e família, defendendo que as diferentes organizações privadas, com ou sem fins lucrativos,…

  • Destino Universal dos Bens 2166

    Este é o terceiro princípio fundamental da doutrina social da Igreja (DSI), depois da igual dignidade humana e do bem comum abordados em artigos anteriores…

  • A festa da alegria

    Nestas últimas semanas, a Igreja lançou, em todo o mundo, um projecto renovado de evangelização. Este mês de outubro foi declarado um Mês Missionário Extraordinário,…

  • Rasoamanarivo

    A 7 de setembro, durante a viagem a Moçambique, Madagáscar e República da Maurícia, o Papa fez questão de visitar o túmulo de Victoire Rasoamanarivo,…

  • Francisco e Bento XVI publicam um livro em parceria

    Os autores são Papa Francisco e Bento XVI, o título é “Não façam mal a nenhum destes pequeninos. A voz de Pedro contra a pedofilia”.…

  • Princípio do «Bem comum»

    A seguir à dignidade humana, o segundo princípio fundamental da doutrina social da Igreja (DSI) respeita ao bem comum, isto é: o conjunto de bens…

  • Perfume de poesia na Igreja Católica

    No próximo dia 5 de outubro, a Igreja passará a contar com mais 13 novos cardeais. Um deles é o português José Tolentino Mendonça, um…

  • Opinião. O elixir da vida eterna

    É mesmo simples: «Quem come a minha Carne e bebe o meu Sangue tem a vida eterna, e Eu ressuscitá-lo-ei no último dia» (Jo 6,…

  • Um caminho por baixo de terra

    Inesperadamente (29 de Junho), o Papa Francisco entregou ao Patriarca Bartolomeu, de Constantinopla, nove fragmentos ósseos de há dois mil anos, provenientes de uma tumba…